Suplementos desportivos e acne: qual a relação entre estes?

Com o passar dos anos as pessoas têm-se preocupado cada vez mais com sua aparência, tentando adequar-se aos padrões estéticos. No entanto, para atingir aquilo que é tido como padrão de beleza parece não ser suficiente uma alimentação saudável, sendo quase imprescindível a prática de atividades físicas especificas, designadamente a musculação, o treinamento funcional e o crossfit.

Estes desportos tendem a ser extremamente exigentes e desgastantes para o organismo do atleta/praticante, exigindo, não raras vezes, o recurso a suplementos alimentares objetivos concebidos especificamente para a prática desportiva – vulgarmente conhecidos como suplementos desportivos.

Os suplementos desportivos mais comuns são a maltodextrina (hidrato de carbono simples), a whey protein (proteína hidrolisada do leite) e suplementos à base de andrógenos (progesterona e testosterona)1.

Sem prejuízo dos benefícios que a suplementação desportiva possa acarretar, designadamente no que à definição muscular diz respeito, o seu consumo sem a indicação e acompanhamento de um profissional especializado (por exemplo, um nutricionista) pode trazer consequências para a saúde, sendo uma das mais comuns o aparecimento da acne (uma doença de pele).

Neste artigo abordamos a relação entre o consumo de suplementos desportivos e os seus efeitos na pele, designadamente na incidência da acne.

Relação entre suplementos desportivos e acne

Parece haver uma relação entre o consumo de suplementos alimentares e a acne

Parece haver uma relação entre o consumo de suplementos alimentares e a acne. A acne caracteriza-se por ser um processo inflamatório multifatorial (isto é, que tem diversas causas) que “ataca” as glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de sebo na pele, e a partir daí surge a acne.

Como referidos em outros artigos, existem evidências de que os hábitos alimentares estão intrinsecamente relacionados com a incidência da acne, sobretudo em dietas ricas em hidratos de carbono refinados, em leite e derivados e em gorduras2. Neste âmbito, importa referir que alguns estudos apontam para a existência de uma relação entre o consumo inconsequente de suplementos alimentares (designadamente os desportivos) e uma maior incidência no aumento de acne, em parte porque estes suplementos têm na sua base hidratos de carbono, proteínas e gorduras.

Proteína e a whey protein

A maioria dos suplementos desportivos vocacionados para o aumento da massa muscular são à base de proteínas, sendo estas precursoras de uma proteína naturalmente presente na nossa pele e no cabelo: a queratina.

A utilização inadequada de suplementos alimentares para a prática desportiva, pode contribuir para um excesso de queratina no organismo, levando à sua acumulação nos poros da pele, tendo como consequência a sua obstrução. Isto potencia o aumento da produção de sebo pelo organismo e, por conseguinte, a formação da acne.

Entre os vários suplementos desportivos no mercado, o mais popular é a whey protein. Esta nada mais é que a proteína do soro de leite hidrolisada, com alta qualidade nutricional, desenvolvida especificamente para potenciar a formação de massa muscular3.

De acordo com um estudo feito a 30 pessoas, durante um período de 60 dias, todos os participantes que consumiram whey protein apresentaram alguma forma de acne. Isto poderá ser ser explicado, por uma possível predisposição genética dos participantes, bem como pela própria composição da whey protein4,5.

Para além da questão da acumulação de queratina no organismo, importa referir que a whey protein é produzida através de um processo de purificação do soro do leite. E o que a literatura mostra é que o consumo de leite e dos seus derivados está conectado com o aumento da insulina no sangue. Essa insulina quando não é utilizada pelo organismo (para levar o açúcar para as células e assim produzir energia), promove um processo inflamatório que poderá ter consequência a formação da acne.

Em suma, referir que:

  1. A generalidade dos suplementos desportivos são à base de proteína;
  2. A proteína está na base da formação da queratina;
  3. Quando em excesso, a queratina potencia o aparecimento da acne;
  4. A whey protein é o mais popular dos suplementos desportivos;
  5. A whey protein, para além da questão queratina, é feita à base de lei.

Hidratos de carbono, hipercalóricos e maltodextrina

A maltodextrina é o suplemento alimentar mais amplamente utilizado pelos praticantes de atividades físicas que tem como objetivo o aumento de peso, para além da massa muscular. Trata-se de um hipercalórico, ou seja, o seu valor nutricional é particularmente rico em calorias (uma colher de maltodextrina equivale em calorias a quatro colheres de açúcar branco).

Sendo a maltodextrina feita à base de hidratos de carbono extremamente refinados e com altíssimo índice glicémico, ao entrar no organismo dá-se um aumento muito rápido da insulina e isso gera o processo inflamatório previamente citado que leva à formação da acne1,6.

É por isso que, apesar da eficácia da maltodextrina no aumento do peso e da massa muscular, é importante ter-se cuidado com o seu consumo, devendo esta ser misturada com sumos verdes, por exemplo, que poderão ajudar a “compensar” o aumento da insulina por serem feitos com vegetais ricos em fibras.

Vitamina B12

A vitamina B12 é essencial ao funcionamento do organismo, dado estar diretamente envolvida na absorção do oxigénio e do ferro pelas plaquetas sanguíneas e, por conseguinte, pelo corpo humano. A ingestão de vitamina B12 faz-se normalmente através do consumo de alimentos de origem animal como a carne, o peixe, manteiga e ovos.

A vitamina B12 é vulgarmente utilizada por praticantes de atividades físicas, justamente pela sua capacidade de potenciar a absorção de oxigénio. Isto é importante dado que quando o organismo absorve mais oxigénio, tende a aguentar a prática de atividades físicas por períodos mais prolongados de tempo, principalmente daquelas ligadas ao levantamento de pesos.

Contudo, a suplementação de vitamina B12 pode ter consequências, principalmente para as pessoas que não necessitam dessa suplementação, como por exemplo o aparecimento de acne, já aquela também estimula a produção de sebo pelas glândulas sebáceas7.

Os suplementos desportivos e os andrógenos

É importante optar por suplementos desportivos de boa qualidade

É importante discutirmos a qualidade dos suplementos alimentares/desportivos disponíveis no mercado, já que o custo de um bom suplemento à base de whey protein é consideravelmente elevado dado o seu propósito e a média salarial em Portugal8.

É por essa razão que é comum que suplementos mais baratos sejam enriquecidos com outras substâncias de menor qualidade, como a vitamina B12 e andrógenos. Mas o que são andrógenos? Estes nada mais são que hormonas sexuais, em especial a testosterona.

Embora a testosterona promova o aumento rápido da massa muscular (não é por acaso que é muito usada por fisiculturistas), dada ser uma hormona que estimula características masculinas como a musculatura desenvolvida, esta promove o aumento do tamanho das glândulas sebáceas e, por isso, aumenta as probabilidades do aparecimento da acne. Se frequentar ginásios verá que é bastante comum os fisiculturistas padecerem de acne.

Conclusão

Alguns estudos apontam para uma relação entre o consumo de suplementos alimentares, designadamente os concebidos para a prática desportiva, e a incidência de acne. Tendo em consideração as suas contraindicações, a ingestão de suplementos desportivos deve ser acompanhada por um profissional, designadamente um nutricionista ou médico desportivo.

Bibliografia

  1. ROCHA, Wanessa Alves da. et al. Consumo de suplementos alimentares entre educadores físicos que atuam em academias de ginasticas na cidade de Teresina-PI. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo, 2010.
  2. NEIVA, Fililipa. Acne. Serviço de Pediatria do Hospital de Braga. Outubro, 2019.
  3. MELNIK, Bodo C. Evidence for Acne-Promoting Effects of Milk and Other Insulinotropic Dairy Products. University of California – Nestlé Nutr Inst Workshop Ser Pediatr Program. Germany, 2011.
  4. PONTES, Thaís de Carvalho; FERNANDES FILHO, Gilson Mauro Costa; TRINDADE, Arthur de Sousa Pereira; SOBRAL FILHO, Jader Freire. Incidência de acne vulgar em adultos jovens usuários de suplementos proteico-calóricos na cidade de João Pessoa – PB. Anais Brasileiros de dermatologia. São Paulo, 2013.
  5. SIMONART, Thierry. Acne and Whey Protein Supplementation among Bodybuilders. Dermatology. Dezembro, 2012.
  6. CARDOSO, Mariana et al. Dextrose, Maltodextrina e Waxy Maize: principais diferenças na composição, mecanismo de ação e recomendações para o desempenho esportivo. Cadernos UniFOA. Volta Redonda, 2017.
  7. KANG, Dezhi et al. Vitamin B12 modulates the transcriptome of the skin microbiota in acne pathogenesis. Science translational medicine. Junho, 2015.
  8. CORDARO, F. G. et al. Selling androgenic anabolic steroids by the pound: identification and analysis of popular websites on the Internet. Scandinavian journal of medicine & science in sport. Dezembro, 2011.